Menos briga e mais amor, por favor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

amorMuitos casais, após anos de casados, ainda se perguntam por que se desentendem o tempo todo sobre pequenas questões.

“Ele não faz as tarefas de casa que ficou responsável”, pode dizer a mulher com ar de frustração. O homem tenta se defender com as clássicas desculpas de falta de tempo, de que precisa descansar ou qualquer outra explicação que deixe para depois essa atividade que ele não está motivado para realizar. “É muito difícil a convivência com ela, nós realizamos uma luta em vão pelo poder”, diz o homem, enquanto ela afirma que não são compatíveis, pois há realmente muitas diferenças entre eles.

Diálogos como estes acima podem ser semelhantes aos seus em sua casa. Se não for, que bom! Mas pode ser o relacionamento de seus pais, irmãos, amigos, vizinhos, não precisamos andar muito longe para observarmos exemplos como esse acima. Parece fácil enxergarmos que o problema nesse caso está com essa necessidade de um apontar os erros do outro, uma atitude que só atrapalha, menosprezando e diminui quem amamos.

Relacionamento se faz a dois

amor 1Praticamente nenhum resultado em um relacionamento é totalmente pleno, onde há uma pessoa culpada e uma certa, onde um tem culpa e o outro não tem. Essa pode ser a maior dificuldade de um casamento, mas o comportamento e a própria relação interpessoal são complexos mesmo.

No exemplo acima, ela sente que ele não se preocupa com suas emoções e parece ignorar as dificuldades que enfrentam no relacionamento, enquanto ele, por mais que ache que se esforce, parece que nunca vai agradá-la totalmente, pois acha que ela sempre está com raiva de algo.

Relacionamento requer flexibilidade e se há brigas e confusão, pode ser que não haja um lado cem por cento correto. Os dois precisa abrir o peito e estarem abertos a conversar e ajustar os pontos de verdade.

Como se resolve?

Mais amor, amizade, companheirismo, compreensão, vontade de ver o parceiro bem e feliz. Menos competição, menos apontamos de “você está errado!”, menos reclamações. Colocar seu companheiro ou companheira para baixo não leva a nada. Vale a pena deixar seu parceiro se achando um incompetente por conta de suas acusações? Não seria muito melhor que você o exaltasse, colocasse-o para cima, fizesse ele se sentir confiante, presente, amado e especial?

Críticas sempre existirão, mas a forma com que você aborda seu companheiro faz toda a diferença. Mas não pense que o ponto chave está apenas em como você aborda, pois também é fundamental como seu parceiro recebe um conselho, uma crítica ou um pedido. Quem aborda um assunto desagradável tem a chance de escolher como irá iniciar o assunto, de forma ríspida ou conversando. Essa mesma escolha tem que recebe essa crítica, será já preparado para explodir por se sentir menosprezado ou com calma para resolver e se colocar no lado do outro?

No relacionamento, o que é colhido depende dos dois. Não existe um lado totalmente correto e um totalmente errado. Relacionamento se faz com duas pessoas, onde ambas são responsáveis pelos resultados e se há amor, por favor, não perca tempo com que não vale a pena. Viva o real sentimento do que importa!

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×