Número de veículos usados financiados ultrapassa o de zero quilômetro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Comercio / Consumidores aproveitam a reta final de IPI reduzido dos veiculos no Feirao da Fiat na ExpominasO impacto da atual crise que nosso País vive chegou na forma com que os brasileiros adquirem bens. Pelo menos, esse é o resultado de um levantamento que o jornal Estado de São Paulo, solicitou a Unidade de Financiamento da Cetip, empresa que atua do na área de financiamentos.

De acordo com a análise, pela primeira vez desde 2011 (ano que a Cetip passou a fazer o estudo), os carros de quatro a oito anos são mais financiados que o carro zero.

Levantamento em números

Apenas no primeiro trimestre desse ano, o número de financiamentos de veículos com quatro a oito anos de uso cresceu 3% em comparação ao mesmo período de 2014. Já o carro zero quilômetro, neste mesmo período, teve uma queda de 16,8% nos financiamentos, contribuindo para o resultado final do primeiro semestre.

Nos seis primeiros meses de 2015, 35,51% dos financiamentos de veículos foram dos que possuem de quatro a oito anos de uso, contra 35,1, das unidades zero quilômetro.

Consumidor alterou seu comportamento

A retomada da cobrança integral do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos novos ajudou a modificar esse cenário. Quando a economia estava aquecida, o consumidor continuou apostando no carro zero, mas quando a condição financeira piorou, os investimentos passaram a focar no menor preço e na parcela que poderia se adequar melhor ao orçamento.

A crise no bolso e a alta dos veículos novos fez com que o consumidor se afastasse mais do sonho de ter um carro zero quilômetro. Fora isso, o seminovo ainda tem um poder de barganha maior e aquele usado mais antigo que o consumidor possui é colocado na troca como entrada com maior facilidade.

Para ficar atento

Mesmo com o valor à vista menor, o seminovo, no momento de financiá-lo, geralmente conta com uma taxa de juros maior. Portanto, é preciso estar atento se é a melhor escolha e se no final do montante financiado realmente valerá a pena. Segundo dados do Banco Central, a taxa de juros para a compra de veículos varia entre 0,8% e 4.1%, ou seja, dependendo da condição, pode variar muito o valor final do veículo.

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×