Personagens da História – Emiliano Zapata

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

“É melhor morrer de pé do que viver de joelhos”

Emiliano Zapata Salazar foi um líder importante na chamada Revolução Mexicana de 1910 contra a ditadura de Porfirio Díaz (desde 1876, o México era dominado pela ditadura de Díaz). Zapata é considerado um dos heróis nacionais mexicanos.

Na época, o México recebia investimentos estrangeiros e aplicava a marginalização popular. A situação mexicana deixava Zapata inconformado, ele sonhava em promover a distribuição de terras para a população carente.

Foi preso após redigir o manifesto contra a ditadura de Diaz. Foi solto e passou a organizar com indígenas e camponeses, uma frente de guerrilha que ocupava e repartia as terras sob o lema “Terra e Liberdade”.

Juntou-se a Pancho Villa, guerrilheiro e ex-bandido, para combater o Exército Federal. Em 1910 o governo de Diaz fora derrubado, ocorrendo a ascensão de Francisco Madero ao poder, onde Zapata era general de um exército formado em Morelos (o Ejército Libertador del Sur).

Zapata liderava os camponeses do sul e Pancho Villa liderava os no norte. Madero havia prometido a reforma agrária e eleições para presidente, contudo boa parte dessas promessas ficou no papel. Insatisfeito com as atitudes de Madero e com a falta de apoio ao Plano de Ayala, Zapata não pode suportar a indicação para governador de um simpatizante dos grandes proprietários, e mobilizou novamente seu exército de libertação.

No plano Ayala*, Zapata pretendia derrubar Madero e promover a reforma agrária, porém relutou a se unir a Vitoriano Huerta, que assassinou Madero. Huerta assumiu o poder, mas abandonou o país em 1914, ano em que o país fora ocupado por Venustiano Carranza, do movimento constitucionalista.

Carranza promulgou a Constituição de 1917, sob novo alvo de guerrilhas por parte de Pancho Villa e Zapata. Carranza derrotou Pancho Villa e Zapata, acuado, fora procurar novos aliados

Em 9 de abril de 1919 o general Jesús Guajardo convidou Zapata para um encontro, fingindo simpatizar com a causa zapatista. Quando Zapata o encontrou, entretanto, Guajardo disparou diversas vezes contra ele; a seguir, entregou o corpo do chefe revolucionário em troca da recompensa oferecida pelo governo.

 

Após a morte de Emiliano Zapata, o Exército de Libertação do Sul começou a desintegrar-se, desaparecendo depois que uma rebelião comandada por Obregón depôs Carranza. As conquistas de Zapata no estado de Morelos foram aos poucos desaparecendo.

 

Poucos anos após a morte de Zapata, o presidente Lázaro Cárdenas finalmente conseguiu promover uma reforma agrária nacional no ano de 1934.


O legado de Zapata permanece vivo ainda hoje, particularmente entre os grupos revolucionários do sul do México. Disse ele uma vez: “É melhor morrer de pé do que viver de joelhos”.


* Plano de Ayala foi uma proposta criada por Emiliano Zapata, que constituia na derrubada do governo de Madero e, um processo de reforma agrária que propunha a distribuição de 1/3 das terras de todos os latifundiários e a reorganização do ejido (para o México, o ejido é uma propriedade rural de uso coletivo de grande importância na vida agrícola do país).

 

Jogo Rápido:

 

Nacionalidade: México

Nascimento: 1879

Morte: 1919

Causa da Morte: Assassinado, pelo general Jesús Guajardot.

 

Função na História:

* Líder revolucionário mexicano;

* Sonhava em promover a distribuição de terras para a população carente;

* Lutava contra a marginalização popular.

Texto de Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×