Deixar a criança livre para se vestir pode ajudar em sua identidade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

vestindo600Desde que nascem, são os pais que decidem qual a roupa os então bebês devem vestir. Qual combina, qual é apropriada para determinada atividade ou qual roupa os país gostam apenas. Conforme a criança vai crescendo, por volta de três anos, elas já começam a desejarem impor suas próprias escolhas.

Nessa fase os filhos começam a insistir em roupas que, muitas vezes, não estão de acordo com os gostos dos pais, sejam por que não combinam, por que foram usadas há pouco tempo, entre outros.

A verdade é que estas escolhas podem ser um exercício de autoconhecimento para a criança, mas apesar de necessária e saudável, a liberdade com a própria aparência precisa de certos limites. Uma roupa curta no frio, por exemplo, não pode ser autorizada. Nessas horas, o bom senso deve dominar a situação, na maior parte das vezes por parte dos pais mesmo.

O desejo da criança de decidir sobre o próprio visual está relacionado com o início do processo de formação da identidade da criança. Uma idéia legal para ajudar os pais, seria eles mesmo separarem duas, três ou quatro sugestões de vestimentas e a criança escolher qual prefere. Nesse caso, limitaria as desavenças quanto ao “look” do dia.

Caso a criança insista em uma roupa inadequada, essa é a hora em que os pais precisam conversar, explicar, com calma a situação, por que ela não pode fazer aquela escolha. O ato de impor padrões estéticos, determinar o que é bonito ou feio com base em modelos que não valorizar as características naturais dos filhos são ações que impactam na autoestima da criança.

Respeitar a liberdade e a naturalidade das crianças não significa deixar de cuidar ou andar com o filho de qualquer jeito, com roupas rasgadas, sujas ou com os cabelos cheios de nós. Lembre-se: para todos os resultados satisfatórios, a conversa deve sempre estar a frente das situações.

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×