Produção do Celta acabou e a Chevrolet não nos falou nada?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Produção do Celta acabou e a Chevrolet não nos falou nada 1 O Celta marcou época no Brasil, se você não teve um, com certeza você conhece alguém que já teve. A novidade é que um dos carros mais populares do Brasil, está cada dia mais difícil de ser encontrado nas lojas do País.

Conforme o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí (RS), onde o carro é fabricado, a produção do Celta foi encerrada ainda em junho desse ano, fato que General Motors, detentora da Chevrolet, nega.

No site da marca, o Celta ainda existe a possibilidade de configuração do veículo por R$ 34.990,00, com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros e travas elétricos.

De acordo com levantamento realizado pelo portal de notícias G1, “das 20 concessionárias nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Curitiba, Recife, Salvador, Manaus e Belém, somente duas tinham o modelo em estoque, uma na capital paulista e outra no Rio”. Na maioria das lojas a resposta era: “O Celta saiu de linha”.

Como foi a história do Celta no Brasil
Produção do Celta acabou e a Chevrolet não nos falou nada 3Lançado em 2000, o objetivo da Chevrolet com o Celta era que ele fosse o carro mais barato do País, brigando com o antigo Fiat Uno e o antigo Ká. Montado sobre a plataforma da segunda geração do Corsa, o Celta nunca teve uma segunda geração, mas em 2006 ele ganhou uma roupagem no visual e no mesmo ano foi lançada a versão sedã, o Prisma, com motor 1.4 mais potente e uma traseira semelhante à do Vectra.

Em 2003, de acordo com a Fenabrave, a associação das concessionárias, o Celta foi o terceiro mais veículo mais vendido do país. Até 2012, ele nunca ficou de fora do “TOP 5” dos mais vendidos, sendo o terceiro em outras cinco ocasiões.

Em 2007 foi iniciada a maior decadência do Celta, com os concorrentes bem a frente dele como Gol G4, Pálio Fire e logo depois, em 2010, o Novo Uno. Mesmo dentro da Chevrolet, com o Agile substituindo o Corsa, o Celta ainda permaneceu no mercado, mesmo com a chegada do Onix em 2012.

Produção do Celta acabou e a Chevrolet não nos falou nada 4De abril até o final de julho, foram emplacados 3.345 veículos Celta. Em maio foram 2.123, em junho, 873, e em julho, apenas 326 unidades, quase 33 vezes menor que o Onix, que vendeu 10.726.

O que vem por aí
Há boatos de que o Celta possa ser substituído por uma versão mais básica do Onix ou uma adaptação do novo Chevrolet Spark (que foi anunciado lançamento nos Estados Unidos para o começo de 2016).

Pelo jeito, aos que tiveram o “Celtinha”, só restarão as lembranças. Vamos esperar para ver!

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×