7 passos simples que podem contribuir com suas finanças

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

finanças 2O verão acabou, as férias ficaram para trás e até mesmo a páscoa. A hora agora é de ajustar a rotina e diminuir os gastos. Para lhe ajudar, separamos oito dicas acessíveis para economizar e pôr as finanças em ordem depois das férias.

1. Reavalie seus objetivos

Qual era seu objetivo para 2015? Trocar de carro? Comprar uma tv maior? Caso você esteja no vermelho, a pergunta da vez é? Estes objetivos realmente são necessários? O ideal aqui é o foco esteja nas resoluções das pendências. Depois que as dívidas estiverem sanadas, aí sim outros objetivos passaram a ser prioridades.

2. Pechinchar com sua TV a cabo, seu provedor de internet e sua operadora telefônica

Não há certeza se funcionará, mas a tentativa sempre é válida. Há quem diga até que deseja encerrar o plano e a operadora oferece um prazo com desconto para que você continue cliente. Avaliar se você realmente utiliza todos os canais de sua TV a cabo também é uma boa ideia. Talvez mudar para um plano mais barato pode ser uma boa ideia.

3. Corte os cartões de crédito

Essa prática pode ser radical, mas aquele crédito ali disponível no cartão de crédito nos induz a gastar. Basta passar na frente de uma loja e observarmos promoções tentadoras, com parcelamento em várias vezes e uma parcelinha baixa para que já pensemos que é possível comprar o produto e que a baixa parcela não fará diferença no orçamento. Entenda, a parcela pequena poderá fazer diferença sim, ainda mais acrescida de várias pequenas parcelas.

4. Reparcele as dívidas que você paga um grande juro

Essa dica requer uma calculadora. Se você está no cheque especial, por exemplo, e todo o mês paga o juro do valor em aberto para o banco, é o mesmo que você estivesse rasgando o dinheiro, pois não está quitando nada, apenas atirando para frente uma dívida. Observe, se você paga mensalmente R$100,00 só de juros do cheque especial, por que não tentar parcelar o montante da dívida em aberto com o banco? As vezes a parcela terá o mesmo valor que você paga de juros, mas estará quitando a dívida, não apenas rasgando o dinheiro para continuar devendo.

O mesmo pode ser feito com o cartão de crédito, quando você paga apenas o “mínimo” sempre. Por que não parcelar a dívida inteira e passar a pagar o valor para realmente quitar a dívida?

5. Verifique sua pontuação de crédito

Muitos cartões de crédito e até mesmo de lojas e supermercados contam com uma pontuação que dá descontos e até mesmo a troca de pontos por produtos ou serviços. Se esse é o caso de algum cartão que você ainda utiliza, fique atento, saiba como usar estas vantagens ao seu favor.

No Brasil, até mesmo sócios de clubes de futebol tem diversos descontos, inclusive em supermercados como o “Movimento Por Um Futebol Melhor”. Fique atento!

6. Leve almoço de casa para o trabalho

Levar seu almoço de casa não é nenhuma vergonha ou algo do tipo. Digamos que você gaste em média R$15,00 por dia de almoço comendo em restaurantes próximos ao seu trabalho. Em 22 dias úteis, isso dá R$330,00 por mês. É uma boa economia.

7. Transforme “tralhas” em dinheiro

Liste acessórios e artigos de sua casa que não usa mais e que estão parados juntando poeira. Você também pode fazer uma limpa em seu roupeiro. Sempre tem aquela roupa que não usa há muito tempo e que pode vender.

Existem sites especializados neste tipo de anúncio e até mesmo briques e brechós virtuais em redes sociais como o Facebook. Você pode anunciar tudo sem sair de casa, basta tirar algumas fotos e publicar na rede. Pra você pode não ter serventia um utensílio, uma roupa ou um móvel, mas pode haver alguém em sua cidade procurando o item que você deseja se desfazer.

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×