Ações Voluntárias: Existem diversas formas de ajudar o próximo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

ação socialNão importa quais são suas qualidades, você pode contar histórias, ensinar a tocar um instrumento ou simplesmente visitar alguma ONG para jogar conversa fora e dedicar sua atenção ao próximo. Escolas, asilos, hospitais e diversos outros locais estão esperando pessoas assim. Se realmente desejamos, sempre poderemos ser úteis.

Sentir a satisfação de ver a alegria das pessoas beneficiadas pela sua dedicação é a maior recompensa que o voluntário pode receber. É a prova de que seu trabalho fez a diferença e além disso, você também aprende integrando-se, vivenciando a realidade de um grupo de pessoas e de um lugar.

O “World Giving Index 2014”, estudo mundial sobre voluntários, afirma que o Brasil é o 6º país com o maior número de pessoas que ajudaram o próximo em 2013 (61 milhões). Destes, 33 milhões foram doando dinheiro, que deixa o país na 9º colocação mundial neste tipo de contribuição.

Por que ser voluntário?

Para os que usam a ideia: Trabalhar de graça? Eu? De jeito nenhum, ninguém me dá nada de graça. Lembre-se que uma simples atitude pode fazer diferença na vida de alguém. Muitas vezes algo básico, como estender a mão para alguém que caiu no chão ou uma pessoa com deficiência ou idosa ao atravessar a rua.

Com certeza poucas horas que você dedicar a ações sociais valerão como aprendizado e satisfação para toda a vida em saber que contribui para a alegria de alguém.

Algumas formas de ajudar:

Profissionais liberais: Se você é médico, advogado, educador, entre outros, você pode dedicar um tempo para auxiliar pessoas carentes e que necessitam de seus conhecimentos.

Campanhas de conscientização: É possível contribuir em ações de doação de livros, alimentos, brinquedos, coleta e reciclagem de lixo, doação de sangue, entre muitas outras.

Ajuda à comunidade: Organizar campeonatos esportivos na região, seções culturais com peças teatrais e danças, contribuir com a escola, realizar mutirões de limpeza e arrecadação de donativos para famílias carentes.

Visitas às instituições: Você pode visitar asilos, orfanatos, entre outros, levando alegria e dedicando atenção às pessoas destes locais. Muitas vezes uma simples conversa pode contribuir com o próximo que necessita de atenção.

Como faço para me tornar voluntário?

Você pode procurar uma organização social na sua região e participar de uma causa que julga importante para a comunidade. Ir até a escola mais próximo ou na associação de moradores também é uma boa ideia.

Existem portais como www.voluntarios.com.br, www.parceirosvoluntarios.org.br, www.voluntariosonline.org.br, www.brasilvoluntario.org.br, entre muitos outros que existem na internet poderão lhe auxiliar.

Faça o bem, colha o bem e contribua com quem necessita. As vezes uma atitude simples poderá fazer diferença na vida de alguém e também na sua.

Fernando Cunha ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×