Conheço os preços da concorrência, e agora?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

* Por Fernando Cunha para o blog da WebGlobal

O ato de precificação do seu produto não está mais ligado apenas a taxa de lucro colocada sobre seu valor de compra ou em cima dos custos com matéria prima. Sua postura diante da concorrência é fundamental para esta definição e, consequentemente, para fechar um bom número de negócios.

Uma precificação eficiente não é apenas dar desconto ou reduzir o valor. É preciso estratégia de mercado.

Com o preço da concorrência em mãos, é hora de avaliar qual a melhor forma de agir. Como está seu posicionamento em relação ao mercado? Cobrar mais, mas oferecer um serviço de maior qualidade? Ter o preço mais acessível para vender mais? Esse é o momento de elaborar a melhor tática.

Potencialize seu negócio: conheça o WebPrice e esteja à frente da concorrência.

Defino o preço com base no custo ou no mercado?

As duas formas de fazer o cálculo do preço de um produto são necessárias. Adotar o valor apenas pelo cálculo de seus custos pode fazer com que o preço do produto não seja condizente com o praticado no mercado.

Caso a opção seja seguir apenas o mercado, você também estará cometendo um erro, pois mesmo assim necessita do cálculo de custos para que o produto não seja vendido com o preço muito baixo, gerando prejuízo à empresa.

Para alcançar o valor ideal, é preciso observar cinco itens:

1. O custo (Quanto foi pago na compra? Se for um comércio, ou qual a soma entre matérias-primas e insumos usados? no caso de uma fábrica);

2. Os gastos fixos (como gastos com pessoal, despesas administrativas);

3. Os gastos variáveis (embalagem do produto, impostos, comissões aos vendedores);

4. O lucro pretendido (é interessante variar entre um percentual x e um y. Isso será usado no item 5);

5. Analisar a concorrência (a margem adotada no item 4 faz com que você possa oscilar entre o que você pretende, o que é possível e qual a melhor estratégia).

Avalie a melhor estratégia

Sempre esteja atento aos valores que o mercado oferece e saiba qual sua empresa deve adotar. Se você vende determinado produto por 40 reais e, em média, seus concorrentes vendem por 50 reais, será possível aumentar o valor ou permanecer com o mesmo, exaltando seu preço competitivo.

Se o caso for ao contrário, será a hora de recalcular sua margem de lucro, baixando o valor ou mantendo o mesmo e focar em seus diferenciais, como atendimento ou entrega, por exemplo.

A qualidade do produto está ligada a estratégia de precificação, sendo dividida em: Preço Premium, Preços Exorbitantes e Preços de Economia.

O Preço Premium está ligado diretamente a ideia de liderança de qualidade, identificado pelo fabricante como sendo de categoria superior. Por esse motivo, pode ocorrer uma precificação em valor mais elevado.

Os Preços Exorbitantes não podem ser vistos como estratégicos, pois não é 100% seguro. A lógica é que para a prática do preço exorbitante, é necessário um produto de excelente qualidade. O risco está em o consumidor não perceber que a qualidade seja tão elevada, fazendo com que crie antipatia com a marca.

Os Preços de Economia são praticados por empresas menos conhecidas fazendo frente às marcas Premium. É um mercado amplo, onde o fator determinante de compra é o preço que a empresa adota, voltado ao consumidor de baixo poder aquisitivo.

A estratégia correta é fundamental para o e-commerce, pois a competição se dá em um nível muito mais dinâmico e tão feroz quanto às lojas físicas.

Como sei os preços da concorrência?

Se a sua empresa tem poucos produtos, poucos concorrentes e atua em um mercado que costuma alterar pouco os preços, analisar a concorrência pode não ser tão complexo. A dificuldade maior está em gerenciar uma loja com dois, cinco, dez mil ou até mais produtos. A partir disso, muitas lojas virtuais começaram a monitorar a concorrência através de softwares de inteligência competitiva. Estes possuem funcionalidades estratégicas que ajudam de forma significativa a coletar informações, analisá-las e embasar a tomada de decisões.

A prática de estar informado sobre os preços da concorrência é ação obrigatória nos dias de hoje e a partir destes dados é possível criar campanhas e/ou promoções mais assertivas.

O uso de um software como o WebPrice permite que seu monitoramento se dê à vários concorrentes diferentes ao mesmo tempo. Além disso, existem alertas por e-mail de alteração da concorrência, relatórios customizados e muitas outras informações para seu negócio estar à frente dos demais.

Texto de Fernando Cunha para o blog da WebGlobal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×